Dia do cinema brasileiro

O cinema brasileiro, em seus mais de 120 anos de história, teve momentos de grande repercussão internacional, como na época do Cinema Novo, e de crescimento do mercado interno, como no período da Embrafilme. Na primeira década do século XXI, a atividade cinematográfica no Brasil envolve pouco mais de 2 mil salas, que vendem uma média de 100 milhões de ingressos anuais, dos quais entre 15 e 20% são para filmes brasileiros. A produção nacional tem mantido uma média de 90 a 100 filmes de longa-metragem por ano, sendo que nem todos conseguem lançamento comercial. E como hoje, dia 19 de junho, é o dia do cinema brasileiro, vamos falar de algumas obras brasileiras que foram indicadas à maior premiação do cinema do mundo, o Oscar.1



O Pagador de Promessas (1962)




O Pagador de Promessas é um filme de drama brasileiro do ano de 1962 escrito e dirigido por Anselmo Duarte.

Baseado na peça teatral homônima do dramaturgo Dias Gomes, é até hoje o único filme brasileiro e o Brasil um dos dois únicos países (o outro são os Estados Unidos) do continente americano a conquistar a Palma de Ouro, prêmio máximo do Festival de Cannes, na França, o maior e mais importante festival de cinema do mundo.O Pagador de Promessas também se tornou o primeiro filme da América do Sul a ser indicado ao Óscar de Melhor filme estrangeiro, embora tenha perdido o prêmio para o francês Les dimanches de Ville d'Avray durante a cerimônia de 1963.

Em novembro de 2015 o filme foi eleito o 9º melhor filme brasileiro pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) na divulgação da lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.




Cidade de Deus (2002)




Cidade de Deus é considerado um dos filmes brasileiros mais importantes de todos os tempos, sendo enaltecido pela crítica especializada, que, em geral, enfatizou suas qualidades artísticas e estéticas. Foi lançado no Brasil em 30 de agosto de 2002, acumulando um público total de 3 307 746 espectadores. Mudou o paradigma do cinema brasileiro ao ser o único até agora a receber quatro indicações ao Oscar, nas categorias de melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor fotografia.




O Menino e o Mundo (2013)





O Menino e o Mundo é um filme de animação brasileiro de 2013, escrito e dirigido por Alê Abreu. O filme já foi vendido para mais de 80 países, e foi um dos cinco indicados ao Oscar de melhor filme de animação na edição do Oscar 2016.No Brasil o filme estreou nos cinemas no dia 17 de janeiro de 2014, sendo assistido por 3.891 telespectadores em seus dois primeiros dias de estreia. Ao todo o filme foi assistido por 35 mil pessoas nos cinemas brasileiros. Nos Estados Unidos os direitos de exibição do filme foram comprados pela empresa americana GKids. O filme já foi vendido para 80 países, incluindo mercados importantes, como Canadá e Japão e foi muito bem prestigiado na França, onde levou mais de 100 mil espectadores aos cinemas franceses.

O longa conquistou o Prêmio Cristal de melhor longa-metragem no 38º Festival de cinema de animação de Annecy, na França, considerado o maior prêmio da animação mundial. Foi o segundo ano consecutivo que um filme brasileiro recebeu a premiação máxima do festival, vencido em 2013 por Luiz Bolognesi com Uma História de Amor e Fúria. A animação de Alê Abreu ganhou também o Prêmio do Público em Annecy.

O Menino e o Mundo também venceu o Grande Prêmio da Monstra - Festival de Cinema de Animação de Lisboa e diversos outros festivais de cinema e animação pelo mundo. Ao todo, foram 34 prêmios.

Também foi indicado nas categorias de melhor animação independente, melhor direção de arte e melhor música na 43ª edição da Annie Awards, nos Estados Unidos.

Em 14 de janeiro de 2016, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas indicou o filme para a disputa do Oscar 2016 na categoria melhor animação.



O cinema brasileiro ganhou e continua ganhando espaço nos cinemas do mundo inteiro. E para celebrar a data de hoje, já imaginou poder assistir à essas obras em um cinema particular só seu? Entre em contato conosco que temos a solução perfeita para você!


contato@maxillusion.com.br

(51) 9 9806-9028





Fontes: 1. "Cinema Desenvolvimento E Mercado" Paulo Sergio Almeida / Pedro Butcher, Aeroplano, 2003.


0 visualização
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

 (51) 4100-8893

 (51) 99806-9028

contato@maxillusion.com.br

MAXILLUSION.COM.BR

todos os direitos reservados

Marca Registrada INPI